THE TRAVELLERS S/A


PROVENCE

O prazer na Provença vem das pequenas coisas da vida: escolher a comida nas feiras, consumir pães artesanais, comprar vinho diretamente nas vinhas, temperar salada fresca com azeite caseiro, comer tapenade (uma espécie de patê típico à base de azeitonas), andar por cenários bucólicos. E fazer tudo isso num tempo particular, sem pressa. Para os provençais, a comida é motivo de devoção, e as feiras de rua estão entre as atividades de lazer preferidas. Localizada entre o Mediterrâneo e os Alpes, a região tem pequenas vilas e cidades grandes, restaurantes excepcionais, festivais, concertos e parques.

Dica The Travellers S/A: 

o ideal é escoher uma cidade de ponto de apoio, alugar um carro e visitar as cidades ao redor.  

AIGUES-MORTES

População: 5.000 habitantes

Suas torres altas e seu muro defensivo, sustentam sua melancólica paisagem de piscinas, mares de pântanos e sal. Esta solitária cidade fotificada tem uma gloriosa vista, especialmente seus longo por do sol das noites de verão.

Tour de Constance e Remparts:

Com o intuito de se abrir uma saída para o mar , San Luís decide construir uma cidade com as únicas portas para o reinado que tinha até então. Sete séculos mais tarde, estas fortificações seguem em pé como uma das melhores preservadas da França. Pode-se observar um conjuto de arquitetura medieval único na Europa.

Église Notre-Dame-des-Sablons:

Igreja gótica foi modificada durante os anos, ja serviu como armazem de sal uma vez.

AIX-EM-PROVENCE

População: 137 067 habitantes

A visita à d'Aix en Provence é um convite a uma viagem ao tempo. Seu patrimônio arquitetônico e cultural é a acessível a todos. É interessante passear e descobrir suas riquezas.

Paul Cézanne nasceu em Aix em 19 janeiro de 1839. é naturalmente um dos maiores artistas que viveu na França. Ele amava a Aix-en-Provence área por causa de sua beleza e acesso à excepcional paisagem que ele amava tanto para pintar. Ele manteve um estúdio na cidade durante grande parte da sua vida. Depois de sua morte, ele foi adquirido e preservado exatamente como ele deixou. Existem alguns exemplos de suas obras em exibição, mas mais do que qualquer coisa, a experiência é sentir a presença do grande artista neste lugar. Existe um tour de Cézanne que inclui visitas nas partes da cidade que ele freqüentava. Particularmente na Montnagne Ste-Victoire.

Os pontos altos da cidade:

· La Vielle Ville (antiga Aix): Comece pela place du General-de-Gaulle, mais conhecido como “Rotonde”, onde tem uma fonte monumental. A Bourg Saint Sauveur ocupa o espaço da antiga cidade romana. Ela se estende da catedral à Torre do Relógio (Hôtel de Ville).

· Cours Mirabeau: larga avenida repleta de árvores. Com shoppings, livrarias, e antigos hotéis.

· Autour du Centre Ville

· Villeneuve

· Le quartier Mazarin

ARLES

População : 54.309 habitantes

Arles, é uma cidade francesa do departamento de Bouches-du-Rhône, está unida ao Mediterrâneo através de um canal onde Van Gogh pintou Os Girassóis e A Ponte de Arles, guarda vestígios da época em que foi uma das cidades mais importantes do Império Romano. (Quarto em Arles)

Locais históricos para visitar:

· A Arena, anfiteatro

· Teatro Romano

· Alyscamps Cemitério
· Roman baths of Constantin (4thc.).

Museus:

· Musée de l'Arles Antique ** ( 4thc, sarcophaguses)
· Musée Arlaten (furniture and traditional folk art )
· Musée du Riz (rice museum).

Atividades:

Horseback riding (9 schools), hiking

Mountain biking, 3 praias
La Capelière (Caminhada em Camargue).
Van Gogh Tour, Gypsy mosaicos.

HOTEIS

JULES CÉSAR 

9 Boulevard Des Lices - Centre historique d'Arles - 13631 Arles

Tel : 04 90 52 52 52 / Fax : 04 90 52 52 53
Email: contact@julescesar.fr - Web site: http://julescesar.fr

L'HÔTEL PARTICULIER  
4, Rue De la Monnaie  - Centre historique d'Arles - 13200 Arles 
Tel : 04 90 52 51 40 / Fax : 04 90 96 16 70
Email : contact@hotel-particulier.com - Web site : http://www.hotel-particulier.com

AVIGNON

População : 181.136 habitantes

Residência dos papas na Idade Média, Avignon guardou a marca deste destino grandioso: o palácio dos Papas, a ponte, as muralhas, as igrejas e capelas dão a cidade uma atmosfera única. Berço de um prestigioso festival de teatro contemporâneo, cidade europeia da cultura no ano 2000, Avignon também tem gosto da vanguarda. Vêm aproveitar dos seus múltiplos contrastes.

Locais históricos para visitar:

 - O palácio dos Papas
- A famosa ponte Saint-Bénezet
- Sítios inscritos no património mundial da Unesco : as muralhas, o palácio, a ponte
- A cidade antiga com suas librés cardinalícias, sua torre de sinos…
- As colecções dos museus : o Petit Palais, o museu Calvet, o museu Angladon, a colecção Lambert, o palácio do Roure, a casa Jean-Vilar…
- A praça do Relógio e suas esplanadas protegidas
- O Rhône e o passeio pela ilha da Barthelasse
- A gastronomia provençal e os vinhos das côtes du Rhône 

LES BAUX-DE-PROVENC

População : 457 habitantes

Le Baux foi uma cidade-fantasma por 300 anos, e hoje tem menos de 50 habitantes, ruínas medievais e sítio arqueológico. Seja qual for o roteiro, é impossível ficar entediado. A 15 km de Arles pela  D17 e 25 km de Avignon pela D27. A vila de Baux esta situada no coração dos Alpilles sobre um planalto rochoso à 245m. Ele domina as paisagens excepcionais sobre Arles, Carmargue e Alpilles e te oferece um panorama de cortar a respiração. Esta imensa e soberba fortaleza é sem contesto o melhor da Provence. Os amantes da gastronomia sabem que Les Baux tem restaurantes de reputação internacional.

O município de Baux de Provence (500 habitantes) fica a uma distância de 30 km a sul de Avignon e a 40 km do mar. Erigido sobre um esporão calcário do massivo dos Alpes, o conjunto formado pelo castelo desmantelado por Richelieu em 1632, pelos vestígios de casas trogloditas e pela velha vila, constitui uma extraordinária fortaleza mineral dominante na planície de Crau.

O castelo, espaço de notável restauro desde 1991, acolhe o excepcional Museu de História de Baux Reconstituições em escala real de máquinas de guerra permitem aos visitantes compreenderem as tácticas militares medievais. Deste ponto alto pode-se apreciar a magnífica paisagem dos olivais famosos pelo azeite do Vale de Baux, certificado e reconhecido internacionalmente.

A atividade cultural do município é intensa, rica e diversificada; aqui estão em permanência a Fundação Musée Brayer e a Fundação Louis Jou assim como as antigas pedreiras de calcário que alojam a "Cathédrale d'Images". A sua hotelaria é de grande reputação. Baux de Provence figura entre as "Mais belas vilas de França", acolhendo em média por ano, um milhão e oitocentos mil visitantes.

HOTEIS

LA CABRO D’OR Relais et Chateaux  (The Travellers Indica)

Tél. 04 90 54 33 21/contact@lacabrodor.com /www.lacabrodor.com

DU COTE DES OLIVADES

Vallée des Baux - Avenue Jean-Marie Cornille - 13520 Paradou - Tél: 33.(0)490.54.56.78

www.ducotedesolivades.com

ISLE-SUR-LA-SORGUE

 Esta cidade-ilha, construída no século XII sob alicerces é ao mesmo tempo um refúgio de paz e um grande local turístico. Há muito tempo foi a cidade mais importante do Conde Venaissin, seu patrimônio esconde pequenos tesouros de arquitetura tais como a Collégiale Notre-Dame des Anges, jóia barroca do século XII assim como numerosas rodas à aurora, herdeiras das fábricas têxtis implantadas na cidade da Idade Média ao século XIX. Mas além de seu charme bucólico a cidade-Ilha obteve uma sólida reputação de paraíso dos antiquários e revendedores. www.ot-islesurlasorgue.fr info@hotelphoto.com
Site internet : http://www.hotelphoto.com

 

 

NIMES

População: 128471 habitantes

Nîmes é ao mesmo tempo romana, clássica e contemporânea. Cidade de arte e de história, dinâmica e consciente dos seus tesouros, soube perfeitamente conservar os numerosos testemunhos do seu rico passado e volta-se hoje para a arte contemporânea para aperfeiçoar sua beleza.

Locais para visitar:
- Les arènes (século I depois do Cristo)
- La maison Carrée (templo romano, ano 5 depois do Cristo)
- La tour Magne (16 avant J.-C.)
- Les jardins de la Fontaine (século XVIII)
- Le Carré d’Art, arquitectura de Sir Norman Foster
- Le pont du Gard
- O museu des Beaux-Arts (segundo do Languedoc pelo número e a qualidade das obras que conserva)
- O museu das Culturas taurinas (aberto da Ascençaõ a fim de Setembro)
- O museu do Vieux-Nîmes
- O Museu arqueológico e o Muséum de história natural
- O planetário

St. Rémy-de-Provence

População : 9340 habitantes

Situada no coração de Alpilles St. Rémy é a base do sonho para visitar a Provence. Preservada, ela tem caracterisitcas de uma cidade provençal antiga.O monastério de Saint-Paul de Mausole é importante por ter acolhido Vincent van Gogh de 1889 à 1890. Este convento antigo tem um dos claustros mais belos da Provença.

HOTEIS

L'Hôtel Les Ateliers de l'Image (The Travellers Indica)

36, Boulevard Victor Hugo  - 13210 SAINT REMY DE PROVENCE 
Tel : 04 90 92 51 50 / Fax : 04 90 92 43 52 E-mail :

CHÂTEAU DES ALPILLES 
Ancienne Route du Grès BP 2 - 13210 SAINT REMY DE PROVENCE 
Tel : 04 90 92 03 33 / Fax : 04 90 92 45 17 E-mail : chateau.alpilles@wanadoo.fr
Site internet :
http://www.chateaudesalpilles.com http://www.valmouriane.com:

DOMAINE DE VALMOURIANE/LE SAINT GEORGES  
RD 27 - Petite Route des Baux - 13210 SAINT REMY DE PROVENCE 
Tel : 04 90 92 44 62 / Fax : 04 90 92 37 32 E-mail : info@valmouriane.com

Gordes

População : 2031 habitantes

Situado a 40 km a Este de Avignon e a 100 km de Marselha, a vila "encarrapitada" de Gordes aparece, após um desvio da sinuosa estrada, bordada de altos muros em pedra seca. Pendurado do lado meridional do Monte de Vaucluse frente à montanha do Luberon, este município de 2,000 habitantes detém um excepcional e genuíno património. Casas trogloditas, habitações sobrepostas no flanco da falésia, pequenos jardins em terraços, inúmeras "calades" (palavra provençal para designar ruelas pavimentadas de pedras talhadas) e arcadas caracterizam o núcleo antigo.Este é dominado pela igreja de origem romana, reconstruída no século XVIII, e pelo castelo Renascentista, de fundações galo-romanas, que aloja actualmente a Câmara Municipal e o Museu Pol Mara, pintor flamengo contemporâneo.

Do século XVII ao século XIX, a arte de cardar a lã, da tecelagem, dos curtumes, da cordoaria, assim como da moagem deram grande reputação a Gordes. Atualmente classificada como uma das "Mais belas vilas de França", Gordes é um importante ponto turístico. A organização de múltiplas actividades culturais de reputação internacional atrai a Gordes um grande número de artistas e celebridades.